Tamanho é documento?

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Ilustração: Fernandes
Tamanho é documento? Ilustração: Fernandes

Muita gente tem a seguinte dúvida: tamanho do pênis interfere na relação sexual? Ou isso é mito? Qual o tamanho certo? Existe? Dá para aumentar o pênis? Como faz? Isso preocupa a quem? Só aos homens? Ou as mulheres também voltam sua atenção para medidas? Perguntas como estas, em torno do órgão sexual masculino, angustiam homens de todas as idades. E suas parceiras parecem que entraram nessa onda também: muitas vivem, sim, perguntando coisas desse tipo em relação ao pênis. Para começar a conversar, vamos aos números: o tamanho médio do pênis do adulto brasileiro, em ereção, é 14,5 cm, segundo pesquisas nacionais. Mas um órgão com mais de 9 cm em ereção já é considerado tamanho natural.

Detalhe importante: a vagina é órgão extremamente elástico, que se adapta aos mais variados tamanhos de pênis. Tudo para que a penetração ocorra com prazer. Além disso, quando a mulher está excitada, a vagina se alarga, se aprofunda e se lubrifica para receber o pênis.

Diante da elasticidade da vagina, podemos dizer que há infinitas possibilidades de adaptação, para que a transa seja sempre prazerosa para o casal. E isso leva a gente a enxergar que o tamanho não interfere tanto assim!

No entanto, os homens da nossa cultura parecem querer sempre ter um pênis enorme. Isso é um desejo antigo, que continua até hoje. E há mulheres que também valorizam muito o tamanho.

No fundo, tudo é uma grande bobagem! Claro que há corpos que se encaixam de forma mais prazerosa do que outros. Mas isso não se deve apenas às dimensões do órgão sexual masculino. Sexo vai além dessas medidas, você não acha?

Uma relação sexual prazerosa envolve as pessoas como um todo. Não é apenas um órgão sexual encontrando com outro! Tem a ver com o jeito de ser de cada um, as preferências sexuais, os desejos, as fantasias, a história de vida, as crenças, os pensamentos etc. Tem a ver também com o entrosamento do casal dentro e fora da cama, com a relação amorosa como um todo, e muito mais.

Então, para que ficar se preocupando apenas com o tamanho? Se a gente olhar de forma mais ampla para a relação sexual, a verdade é que tamanho não é documento!

Mas há quem insista nessa história e queira aumentar o pênis a todo custo. Vale saber que o órgão pode crescer até o homem completar 17, 18 anos. Depois fica do jeito que está. Há cirurgias para aumento, mas grande parcela dos médicos não a recomenda, pois há risco de  prejudicar o mecanismo da ereção. Será que vale a pena? Ou seria melhor colocar mais ênfase no encontro amoroso e sexual como um todo? Eu apostaria nessa segunda opção. E você?


Publicidade
Galeria de Imagens


Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2015. Todos os direitos reservados