Sampa revisitada

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Gustavo Palma

Designer se inspira em grandes metrópoles para criar decoração de apartamento na Capital

Competir com uma vista do Centro de São Paulo é sempre um desafio para qualquer designer de interiores, principalmente quando a paisagem pode chamar mais atenção do que elementos dentro do apartamento. Para Gustavo Palma, essa foi uma oportunidade para mesclar em um projeto conceitos cosmopolitas com sofisticação e conforto. “Meu primeiro insight era fazer com que a imagem panorâmica da sacada do cliente se integrasse com o ambiente.”

Palma instalou grandes espelhos que, além de darem aspecto mais amplo para o apartamento de 64 m², refletem tudo o que acontece na cidade de São Paulo. Para isso, ele precisou deixar as janelas livres, permitindo que, durante o dia, a luz natural dispensasse qualquer iluminação artificial. Durante a noite, o designer desenvolveu projeto luminotécnico que permite o morador criar cenas para determinadas ocasiões. Com tons em cinza e móveis de madeira natural, Palma refletiu contrapontos que São Paulo apresenta aos seus habitantes, com elementos urbanos e áreas de lazer ao ar livre. Foi com este conceito que o designer definiu a paleta de cores.
 
 
Os poucos elementos mais coloridos nos ambientes são representados pela movimentação urbana que acontece na grande cidade, como o tapete em azul, que contrasta as definições de cores, mas não chama toda a atenção do local. É claro que as ideias de Gustavo Palma também se encontravam com a personalidade de seu cliente e são nesses casos que surge o que se chama casamento perfeito. “Acredito que a sutileza de encontrar o gosto do cliente faz com que o projeto seja bem definido. É uma questão de tato”.
 
 
Receber amigos, ter conforto e decoração sofisticados eram pré-requisitos para que o projeto fosse bem-sucedido. Como uma peça de quebra-cabeça, Palma encaixou tudo aos poucos, até que ambos ficassem contentes com o resultado. Todos os ambientes do apartamento podem ser controlados pelo celular do morador, unindo a tecnologia com conforto. “Como designer de interiores, devo ficar antenado não só com o mundo de decoração, mas tecnologia. É nessas horas que a gente surpreende o cliente”.
 
 
Formado no curso de Design de Interiores, Gustavo Palma já atua no segmento de decoração há sete anos e, desde o ano passado, resolveu abrir a Palma Interiores. Os dois últimos anos de sua carreira foram os de maiores aprendizados, contabilizando cerca de 20 clientes, todos localizados no Estado de São Paulo.
 
 



Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2021. Todos os direitos reservados