/Colunas

Alimentação x próstata

quinta-feira, 30 de julho de 2009 Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Alessandra Nunes

Nada assusta mais os homens do que falar sobre a próstata. Nem mesmo as doenças cardiovasculares, que matam milhões a cada ano. Os avanços da medicina têm ajudado no controle e na prevenção do câncer de próstata, considerado problema de saúde pública. Junto com a medicina está o auxílio da nutrição, fazendo com que o efeito de alguns alimentos aja na prevenção da doença.

O que temos hoje cientificamente comprovado é que uma dieta rica em vegetais e em carnes magras, pobre em gorduras saturadas (produtos de origem animal) e uma dose diária de vinho tinto diminuem o risco da hiperplasia benigna da próstata (o aumento da glândula). A alimentação com alto teor de gordura aumenta o risco em até 31%. O mecanismo de como essa prevenção acontece não é bem conhecido, mas sugere-se que as gorduras aumentam a resposta inflamatória, enquanto as fibras e os flavonoides diminuem a circulação dos hormônios estrógenos e andrógenos. Outros alimentos têm seus efeitos estudados. São eles:
 
- Gorduras: dentre as saudáveis estão as monoinsaturadas (azeite, óleo de canola), óleo de linho e o ômega 3 (encontrado no salmão). Há ainda as sementes oleaginosas, fontes de selênio, mineral muito estudado no controle de doenças da próstata. O carro- chefe desse grupo é a castanha-do-pará (recomenda-se uma unidade por dia).
 
- Soja: o consumo do grão beneficia e muito a saúde masculina. As isoflavonas contidas na soja retardam o crescimento de células cancerosas prostáticas. O consumo de soja deve ser regular.
 
- Tomate: nele há o licopeno, antioxidante associado à diminuição dos riscos de tumores, em especial os de próstata. Mas para conseguir essa ação os tomates devem estar cozidos e na forma de molhos.
 
- Vinho tinto: rico em flavonoides. Protege contra doenças cardíacas e previne o surgimento de tumores.
 
- Alho e cebola: contém compostos organossulfurados que diminuem a replicação de células cancerosas.
 
- Vegetais crucíferos: fazem parte o brócolis, a couve-flor, a couve e o repolho, que contêm sulfurfano e isocianatos, que inibem a ação de substâncias carcinogênicas.
- Semente de linhaça dourada: excelente fonte de ômega 3, que contribui para a prevenção do câncer da próstata. A recomendação diária é de 4 colheres (chá).
 
Selênio e Vitamina E: como medida preventiva, deve-se adotar uma dieta rica nesses dois micronutrientes. A vitamina E é encontrada em nozes, sementes como linhaça e gergelim, óleo de oliva e de canola. O Selênio, na castanha-do-pará, nos frutos do mar e na noz-pecã.
A alimentação é um dos fatores importantes no desenvolvimento de doenças. Não podemos dizer que seja a responsável pelas ocorrências de problemas na próstata, mas pode influenciar e aumentar as chances de ocorrências quando inadequada.
 
Alessandra Paula Nunes é nutricionista mestre em Ciências Aplicadas à Cardiologia; proprietária do Centro de Nutrição do Programa Holístico de Emagrecimento, e docente do Curso de Nutrição do Centro Universitário São Camilo

 


Comentários

Paulo dos anjos ferreira
09/12/2011
olá Dr estou com poblema de retenção de urina fui ao medico ele me disse que minha prostata está aumentada qual tipo de alimentãção devo comer para ajudar no tratamento , fazer sexo também faz mau para recuperação ? tenho 45 anos estou muitissimo preocupado .obrigado
almerindo guedelha
09/11/2011
eu tenho o velume da prosta aumentado qual os produtos naturais para a fazer baixar obrigado
Antonio José
30/08/2011
Agradou-me a orientação. Obrigado.
NATALIA
02/02/2010
DRA. MEU PAI COM ESTA CANCER DE PROSTATA É VERDADE QUER FAZ MAL O CONSUMO DE OMEGA 3, 6, 9.

Nome:

E-mail:

Comentário:

Código segurança:

Voltar
Publicidade

Diário do Grande ABC. Copyright © 1991-2014. Todos os direitos reservados